A cena é tão comum que parece até clichê: a criança pedindo um animalzinho de estimação e os pais em dúvida entre fazer a vontade do filho ou esperar até que ele cresça um pouco mais e entenda a enorme responsabilidade que é ter um cãozinho ou gatinho para cuidar todos os dias e por toda a vida dele. Além da questão dos cuidados com o bichinho, com a limpeza, alimentação e tudo que envolve a compra ou adoção de um animal de estimação, os pais também lidam com outras questões, como a saúde das crianças, a organização da casa, com os gastos extras e até com o receio de que os filhos deixem o animal de lado quando ele não for mais novidade.

Mas ter um animal em casa pode ser extremamente benéfico para toda a família: a influência dos animais na educação infantil ajuda no desenvolvimento físico, emocional e psicológico das crianças de várias formas.

Confira os benefícios de incluir um animal de estimação na família e como fazer essa escolha:

Animais na educação infantil: benefícios e cuidados importantes

Ser o dono, tutor ou “pai” de um animal de estimação, seja ele um cãozinho, gatinho, hamster ou peixinho, pode trazer diversos benefícios às crianças:

Ensina responsabilidade

Independentemente da idade da criança, ela deve ser encorajada a assumir uma parcela de responsabilidade nos cuidados com o animal, seja ao cuidar da limpeza, da sua alimentação e até mesmo levá-lo para passear ou brincar com ele todos os dias. Aos poucos a criança vai desenvolvendo sua autonomia e entendendo, através do exemplo e da prática, o que significa ser responsável por um ser vivo.

Desenvolve habilidades emocionais

A convivência com um animal de estimação pode ser extremamente benéfica para ajudar a criança a se relacionar com outras pessoas. Os animais ensinam às crianças (e também aos adultos) noções de sensibilidade, generosidade, zelo, empatia, compaixão, carinho e amor incondicional.

Evita o sedentarismo

Brincar com o pet, além de ser divertido e trazer alegria para toda a família, é uma ótima maneira de gastar a energia das crianças e ainda evitar problemas, como obesidade e sedentarismo. Passear com os cachorros ao ar livre ainda garante exposição ao sol e ar puro.

Favorece a saúde

Crianças que têm um animal de estimação em casa tem metade das chances de apresentar reações alérgicas a fungos ou poeira, ao contrário do mito de que cães e gatos são responsáveis por alergias em crianças. Também já foi comprovado que ter um pet ajuda na liberação de endorfinas que aumentam a sensação de bem-estar, controlam a pressão sanguínea, melhoram a qualidade do sono e previnem a ansiedade e a depressão.

Como escolher um animal para sua família

  • Cães de porte grande (Labrador, Boxer, Pastor Alemão): indicados para crianças ativas e extrovertidas, a partir dos 4 anos de idade;

  • Cães de porte pequeno (Maltês, Beagle, Pug): indicados para crianças sensíveis e calmas, a partir dos 2 ou 3 anos de idade;

  • Gatos (Persa, Siamês, Sem Raça Definida): indicado para crianças compreensivas e mais independentes, a partir dos 5 anos de idade;

  • Coelhos: indicados para crianças delicadas e carinhosas, a partir dos 2 anos de idade;

  • Hamster: indicados para crianças observadoras e curiosas, a partir dos 3 anos de idade;

  • Porquinho da índia: indicados para crianças cuidadosas e amorosas, a partir dos 4 anos de idade;

  • Peixes: indicados para crianças que não gostam de interação física, em qualquer idade;

  • Jabuti: indicados para crianças tranquilas e observadoras, em qualquer idade;

  • Aves: indicadas para crianças cuidadosas e calmas, a partir dos 6 anos de idade.

E você, tem um pet em casa? Já conhecia os benefícios dos animais na educação infantil? Compartilhe nosso artigo nas redes sociais e continue acompanhando nosso blog!

Assine nossaNewsletter

Join our mailing list to receive the latest news and updates from our team.

You have Successfully Subscribed!