Ter um recém-nascido com cólica em casa é uma situação bem comum. O problema faz com que o bebê chore sem um motivo aparente e costuma aparecer com mais frequência entre os 15 e 90 primeiros de vida da criança.

Uma das principais causas das cólicas do bebê é o fato do seu sistema digestivo ainda estar em formação, e por isso, realiza movimentos de relaxamento e contração constantes e descontrolados, o que favorece a produção de gases e aumenta a incidência de cólicas.

Outra possível causa é a administração de alimentos não permitidos. Nessa fase da vida, o mais indicado é oferecer apenas o leite materno, já que o intestino do recém-nascido não está preparado para digerir diversos outros alimentos.

Também é possível que o incômodo causado pelas cólicas seja tão grande graças à pouca maturação do sistema nervoso dos bebês, que os torna mais sensíveis às dores do que os adultos.

A cólica também pode aparecer caso o bebê fique estressado demais. É muito comum que ela apareça no fim da tarde, quando ele já está cansado. Nesse momento, é importante tentar manter a calma.

Para identificar se o bebê está com cólicas, é preciso estar atento a alguns sinais, como vermelhidão no rosto, choro estridente e inquietação. Além disso, o recém-nascido com cólica se contorce bastante, faz caretas e encolhe as pernas.

Neste post, selecionamos algumas dicas para deixar o seu bebê o mais longe possível desse incômodo. Confira!

Faça uma massagem na barriga

Com as mãos em forma de concha, você deve iniciar a massagem na base das costelas e seguir até a região do púbis, exercendo uma leve pressão — sempre em sentido horário. Esse movimento ajuda a criança a liberar os gases.

Outra forma de massagear a barriga do seu bebê é movimentar as perninhas dele. Faça movimentos de vai e vem como se ele estivesse pedalando. As coxas devem encostar na barriga, fazendo uma leve pressão.

Use uma fralda morna

Com a ajuda de um ferro de passar, você deve esquentar a fralda da criança e colocá-la em cima da barriga. O calor favorece a vasodilatação, o que ajuda a reduzir a tensão da musculatura. Isso, por sua vez, alivia as dores da cólica.

Também é possível utilizar uma bolsa de água quente, mas o indicado é que ela seja envolvida em um pano por causa da temperatura. Independentemente do que for usado para aquecer a barriga da criança, sempre faça o teste para saber se o objeto não está muito quente.

Dê um banho tranquilizante

A temperatura da água deve estar entre 36 e 37°C, e o ambiente deve ser tranquilo. Você ainda pode usar uma música relaxante para acalmar ainda mais o bebê e reduzir a intensidade da luz. Essas são estratégias eficazes para deixar a criança mais tranquila e, com isso, a cólica acaba cedendo.

Faça-o arrotar após a mamada

Essa é uma ótima maneira de evitar que a cólica se desenvolva. Quando a criança mama, pode haver uma entrada de ar no sistema digestivo que, posteriormente, causa os gases. O arroto após a mamada evita que isso aconteça.

Administre a medicação prescrita

Você já tentou de tudo, mas o bebê não para de chorar. Nesses casos, o mais indicado é encaminhar o recém-nascido com cólica para o médico. Caso o pediatra já tenha receitado um remédio para esses momentos, é importante usá-lo.

E você, o que faz para cuidar do seu recém-nascido com cólica? Quais métodos você utiliza para fazê-lo melhorar? Deixe um comentário!

Download my app

Assine nossaNewsletter

Join our mailing list to receive the latest news and updates from our team.

You have Successfully Subscribed!