Que pai ou mãe não sonha em ver seus filhos fortes e saudáveis? Uma das melhores maneiras de tornar esse sonho possível é através da alimentação. Sim! Os alimentos de qualidade e a quantidade adequada são a fonte da força e vitalidade dos pequenos. Os nutrientes dos alimentos que as crianças ingerem são responsáveis por garantir o bom crescimento e o desenvolvimento físico e cognitivo das crianças.

Isso não é novidade, mas apesar da importância da alimentação ser amplamente difundida, fazer com que as crianças se alimentem bem não é tarefa simples. Em meio a tantas guloseimas gordurosas, artificiais e engordativas disponíveis no mercado, por vezes a vontade delas prevalece e a saúde e nutrição acabam ficando em segundo plano. Se você não quer que isso aconteça na sua casa e deseja fazer seu filho comer melhor, confira as nossas dicas de alimentação saudável para crianças.

Dê o exemplo à mesa

Os exemplos convencem e inspiram mais do que as palavras quando se trata de crianças. Não adianta falar para o seu filho comer vegetais, se você mesmo não coloca saladas no prato. Também não vale restringir o consumo de doces, frituras e refrigerantes, se você vive comendo esse tipo de alimento. É incoerente! Entenda que a tendência é que as crianças reproduzam o comportamento dos mais velhos, sejam eles comportamentos bons ou ruins. Leve as crianças para cozinha com você.

Aposte em pratos divertidos

Uma estratégia bacana para fazer seus filhos comerem melhor é montar pratos coloridos e divertidos com ingredientes que eles gostam. Corte as frutas em formatos de bichinhos, faça desenhos nos sanduíches, use cortadores lúdicos em forma de flores e estrelas, misture alimentos de cores diferentes e faça a hora das refeições ser muito mais prazerosa. Outra opção interessante é levar a criança para a cozinha de vez em quando. Ela vai adorar te ajudar a preparar bolos, sanduíches e biscoitos. Quando isso ocorrer, priorize a segurança no local, mantendo as crianças longe do fogo e de utensílios cortantes.

Não force as crianças a comerem

Forçar as crianças a comerem alimentos que elas não gostam pode aumentar ainda mais a resistência e repulsa a esse ingrediente. Depois de tentar inserir o alimento algumas vezes, em diferentes apresentações (suco, salada, caldo, in natura, misturado com outros alimentos, etc) e, mesmo assim o seu filho não aprovar o sabor, é melhor substituir essa opção alimentar por outra nutricionalmente parecida.

Insira novos alimentos aos poucos

O paladar infantil é diferente do adulto, mas para que as crianças aprendam a comer melhor, elas necessitam provar alimentos variados. Insira novos sabores aos poucos e evite mascarar o gosto dos alimentos com o excesso de temperos, molhos e outros aditivos, como açúcar e sal. Quanto mais natural for a alimentação dos seus filhos, melhor!

Variedade também é importante

A alimentação dos pequenos deve ser variada e conter todos os grupos alimentares, com gorduras, proteínas, carboidratos e micronutrientes, como as vitaminas e sais minerais. As refeições devem ser diversificadas e bem divididas ao longo do dia — evite que o seu filho coma sem parar! Os hábitos alimentares saudáveis começam desde cedo, por isso, a moderação é tão importante quanto a variedade.

Incentive a alimentação saudável para crianças

Como pai/mãe, você deve incentivar o consumo de alimentos saudáveis, incluindo a água, leite e todos os tipos de frutas, sejam elas in natura, na salada, no picolé natural ou no suquinho refrescante. Quanto ao leite, se a criança não gostar de leite puro, insira produtos lácteos, como queijos magros e iogurte nas diferentes refeições.

Evite distrações na hora das refeições

As crianças já se distraem com facilidade, então evite os pontos de distração, como a televisão, brinquedos eletrônicos e músicas. É melhor que a hora da comida seja tranquila para que seu filho reaja melhor aos sabores dos alimentos. Procure dar atenção ao seu pequeno e, se possível, coloque a criança em uma cadeirinha de alimentação para que ela possa manter o foco. No mais, permita que ela participe da refeição, não exagere nas porções, deixe que ela opine sobre os alimentos e segure os talheres quando já tiver idade adequada.

Você gostou das nossas dicas sobre alimentação saudável para crianças? Vai colocá-las em prática para que seu filho coma melhor? Comente!

Assine nossaNewsletter

Join our mailing list to receive the latest news and updates from our team.

You have Successfully Subscribed!