O casal Taric Andrade, 39, engenheiro civil, e Luciana Pereira, 42, psicóloga, queria sair para jantar mas não tinha com quem deixar as filhas de 6 e 3 anos.

A dificuldade inspirou a criação de um aplicativo para facilitar a vida de pais como eles, que não queriam uma babá em tempo integral. O projeto do Click Babá levou mais de um ano e R$ 300 mil para ser desenvolvido.

A primeira questão foi definir o perfil das babás.”Não queríamos pessoas que deixassem as crianças na frente da televisão, sem interagir com elas”, diz Andrade.

Os empresários priorizaram então professoras e pedagogas que também ajudassem as crianças a fazer lição de casa, e enfermeiras para crianças com problemas de saúde ou deficiências. A seleção das profissionais a serem indicadas na plataforma é feita em três etapas.

Primeiro, a candidata deve fazer cadastro com referências e checagem de dados. São exigidos, no mínimo, dois anos de experiência com crianças. Em seguida, é feita uma entrevista.

Quem é escolhida passa por um treinamento com duas psicólogas para checar possíveis desvios de comportamento, além de aulas sobre como usar o aplicativo.

Os pais interessados em acessar o Click Babá também fazem um cadastro e passam por uma checagem de segurança. “O ponto principal é criar uma rede de confiança, por isso tomamos todo esse cuidado na escolha das duas pontas, a babá e os pais”, afirma Andrade.

O aplicativo, disponível para iOS e Android, foi inaugurado em janeiro passado e oferece serviço de babá por períodos curtos apenas na cidade de São Paulo.

A empresa fica com uma taxa do valor acordado entre as duas partes. O pagamento da profissional é feito pelo serviço on-line PayPal.

O objetivo do casal é chegar ao fim de 2016 com 4.000 pais e 2.500 babás cadastrados e expandir o alcance do serviço para outras cidades.

VISÃO DO ESPECIALISTA

Gil Giardelli, professor de inovação digital na pós-graduação da ESPM

AGILIDADEAjuda a resolver o problema comum dos pais. A curadoria dá mais confiança para usar o serviço

LIMITADODiferente de outras plataformas, resolve apenas um problema. Poderia abarcar outros serviços, como creches

08/05/2016 – 01h00 | GUILHERME CELESTINO DE SÃO PAULO

Post Original: http://classificados.folha.uol.com.br/negocios/2016/05/1768751-sem-ter-com-quem-deixar-filhos-casal-cria-app-para-contratar-baba-temporaria.shtml

Assine nossaNewsletter

Join our mailing list to receive the latest news and updates from our team.

You have Successfully Subscribed!