O Natal está chegando e não há quem espere com mais ansiedade por essa data do que as crianças! Com todo o clima que envolve esse período, como as luzes nas ruas e as belas decorações de casas e lojas, os pequenos ficam agitados e empolgados para se reunirem com outras crianças da família, fazer a tradicional ceia e, principalmente, abrirem seus presentes tão esperados.

Com isso, muitas crianças têm o costume de escrever cartinhas para Papai Noel com uma lista de tudo o que querem ganhar, e, ao contrário do que muitos possam pensar, é saudável deixar que os seus filhos façam isso. A crença em um mundo mágico e fantasioso é essencial para o desenvolvimento criativo dos pequenos, e o papai noel faz parte disso — além de se tornar uma lembrança gostosa durante toda a vida de seu filho.

Participação dos pais

Para que a atividade se torne mais prazerosa, os adultos podem se oferecer para ajudarem seus filhos a redigirem as cartinhas. Nesse ponto, você pode conversar com a criança e dar algumas ideias de como ela pode começar a carta e quais são os tópicos que ela pode abordar. Para tornar o momento ainda mais divertido, incentive-a a decorar a cartinha com lápis e canetinhas coloridas, desenhando temas natalinos. Diga que quanto mais ela se empenhar em fazer um trabalho bem feito, mais feliz o Papai Noel ficará ao ver o que ela fez especialmente para ele!

Aproveite esse momento para avaliar o desempenho do seu filho e ficar atento caso ele apresente alguma dificuldade na escrita, na coordenação motora ou até mesmo perceber se ele tem dificuldades em se manter focado. Mostre que você o apoia e que está tão empolgado quanto ele, pois dessa maneira a criança vai sentir que pode dividir seus desejos e anseios com seus pais e se sentirá mais próxima e amiga de seus responsáveis.

Cartinhas para Papai Noel são ótimas dicas de presentes

A cartinha que as crianças escrevem, além de exercer a imaginação dos pequenos, também serve como alerta aos pais para que eles descubram o que os filhos pretendem ganhar de Natal, excluindo o risco de presenteá-los com algo de que eles não vão gostar.

Caso você perceba que seu filho pediu presentes muito caros ou uma grande quantidade de brinquedos que você não tenha condições de pagar, converse com ele sobre o assunto. Explique que o “papai noel” pode ter dificuldades em consegui-los, principalmente por ele precisar entregar presentes para crianças do mundo todo. Fale também que para que nenhuma criança fique sem, é importante que todos possam usar o bom senso e escolher opções mais baratas ou apenas um brinquedo, assim todas as crianças do mundo poderão ganhar um presente de Natal!

Se seu filho insistir nas escolhas, peça a ele que reflita se realmente usará o brinquedo escolhido e se não é melhor ele optar por algo mais acessível, porém, que proporcionará os mesmos momentos de diversão. Esse tipo de raciocínio faz com que os pequenos comecem a entender um pouco mais sobre humildade, caridade e o valor das coisas materiais.

E o mais importante de tudo: divirta-se com seus filhos, pois esses momentos ficarão para sempre tanto na sua memória quanto na deles! No futuro, eles provavelmente farão a mesma coisa com os filhos deles, pois terão boas recordações de quando escreveram cartinhas para Papai Noel junto com seus pais.

Que tal planejar algumas atividades divertidas para a noite do Natal? Saiba mais sobre a importância das brincadeiras lúdicas na educação do seu filho e crie lindas memórias ao lado das crianças!