É incontestável a importância das brincadeiras em família para o desenvolvimento das crianças. Afinal, esse tipo de atividade não só cria o senso de coletividade, como também ajuda a exercitar o cérebro e o corpo e promove a socialização infantil. Além disso, elas também fortalecem os laços emocionais e proporciona um momento de lazer único.

Interessou-se pelo assunto e quer conhecer algumas atividades que renderão experiências singulares? Veja só as dicas abaixo e tenha um dia feliz e descontraído com os pequenos:

1. Karaokê

Nada melhor que criar um momento de intimidade com todos os integrantes da família, garantindo boas risadas. O Karaokê, nesse contexto, pode ser a ferramenta ideal para aproximar todo mundo, sem abrir mão da diversão.

Se os gostos musicais forem distintos, faça um sorteio para definir previamente as músicas ou apenas estabeleça um acordo, explicando que cada pessoa poderá escolher um número específico de canções.

2. Acampamento ou piquenique

Essa atividade é ideal para despertar, nos filhos, o senso de cooperação. Para obter sucesso nesse propósito, o recomendado é definir as tarefas das crianças, mostrando que a colaboração é fundamental para o bem coletivo. Deixe claro que se cada um não fizer a sua parte, não será possível chegar ao resultado pretendido.

Além do mais, ficar alguns dias longe das influências externas e das tecnológicas trará benefícios para a família, principalmente para os mais jovens, que perceberão que existem outras formas de se divertir.

Caso seus filhos ainda seja muito pequenos para um acampamento, vale começar com um piquenique no parque: as dicas permanecem as mesmas!

3. Excursões

Vale ressaltar que excursão não é sinônimo de viagem. O passeio pode ser local, como uma visita a um museu ou a um parque diferente. O importante aqui é reunir toda a família para uma aventura singular, na qual estejam todos envolvidos.

Essa simples atividade criará memórias inesquecíveis para todos os presentes, fortalecendo ainda mais os sentimentos familiares. Outro aspecto positivo é tirar as crianças da zona de conforto, ampliando assim sua visão sobre o mundo e o ambiente que o cerca.

4. Cozinhar em família

O intuito não é transformar os pequenos em verdadeiros chefs de cozinha. Na verdade, a contribuição deles será mais leve e fácil, como buscar na dispensa os alimentos necessários ou preparar alguns ingredientes, caso tenham coordenação e idade para isso. Essas pequenas tarefas já são o suficiente para fazer com que eles se sintam parte integrante da equipe.

Caso os filhos sejam mais velhos, o cenário muda: nessa situação, cada um pode escolher um prato e prepará-lo, enquanto os pais assessoram e contribuem com os aspectos mais complicados da refeição.

Vale destacar que cozinhar em família, além de fortalecer o relacionamento entre os membros e de trabalhar o senso de cooperação e coletividade, aguça a criatividade, sendo uma atividade completamente benéfica.

5. Jogos de tabuleiro

Não é novidade que os jogos de tabuleiro contribuem com o desenvolvimento do pensamento lógico, além de aflorar a imaginação dos pequenos. Entretanto, nem todos sabem que esse tipo de brincadeira também consolida os laços afetivos.

Aqui se encaixam também montagem de quebra-cabeça, jogo da memória ou jogo de cartas, que, além de serem mentalmente estimulantes e divertidas, contribui, mais uma vez, para mostrar aos seus filhos que há um mundo de opções que não envolve tecnologia.

As atividades e brincadeiras em família estimulam um convívio mais íntimo, sendo capaz de promover um tempo maior entre pais e filhos. Não se esqueça que elas também contribuem com aspectos sociais, culturais, físicos e cognitivos, constituindo-se como uma maneira da criança e do jovem se expressar. Não menos importante, essas ações proporcionam um momento harmonioso e saudável, que envolve lazer e diversão.

Gostou do conteúdo e acha que ele ajudará outros pais a se divertirem com essas brincadeiras em família? Então compartilhe o post em suas redes redes sociais agora mesmo!

Download my app