Aprenda a observar 5 comportamentos da babá antes de contratá-la

by — Posted in Dicas on 14/03/2017

O currículo pode ser perfeito, a apresentação pessoal impecável e as recomendações, fantásticas. Porém, quando se trata de escolher uma pessoa que vai não apenas cuidar, mas fazer parte da vida dos nossos filhos, observar os comportamentos da babá pode oferecer pistas da sua atitude e ser crucial na decisão da contratação.

Mas, você sabe o que observar nesse comportamento? Quais aspectos são um bom sinal ou devem ligar nosso sinal de alerta? Acompanhe nosso artigo e descubra como avaliar!

1. Pontualidade

Pode parecer muito simples, mas essa pequena atitude demonstra responsabilidade e preocupação em cumprir com o que foi combinado.

Babás são profissionais com as quais precisamos contar, a falta de responsabilidade pode prejudicar a rotina da família, além de deixar um alerta quanto aos cuidados que a criança receberá.

2. Higiene

Além de a convivência com uma pessoa que não mantém padrões de higiene necessários não ser muito agradável, a forma como a pessoa lida com questões de limpeza impacta no cuidado com a criança e até mesmo na sua saúde.

Portanto, observe atentamente se essa pessoa se mostra asseada. Estado das roupas, sapatos, cabelos e unhas estão entre os indicadores que precisam ser avaliados.

3. Afetividade

Mais do que serem alimentadas, banhadas e trocadas, crianças querem e precisam de atenção e carinho. Não é possível que se desenvolvam de forma saudável com uma babá que não sinta ou não saiba demonstrar afeto.

Portanto, observe muito atentamente esses aspectos na candidata. Embora não seja recomendado que a criança tenha contato com ela na primeira entrevista, em uma segunda oportunidade é fundamental observar a interação entre seu filho e a profissional.

4. Disposição física

Cuidar de bebês e crianças exige muita energia e disposição. É preciso pegar, andar, segurar, correr, levantar, além da disponibilidade para brincar, o que é fundamental para o desenvolvimento emocional, social e psicomotor da criança.

Por isso, observe se a babá tem o “pique” necessário para atender a todas essas demandas. Observe também se ela presta atenção ao ambiente. Uma atitude mais dispersa pode ser um problema quando se trata de zelar pela segurança dos pequenos.

5. Carisma

Avaliar o carisma não significa que uma pessoa que não desperte esse sentimento não seja uma boa profissional. O fato é que a babá vai conviver com a família de forma muito próxima e esse relacionamento, embora pautado pelo profissionalismo, precisa ter um grau de empatia.

Cortesia, bom humor, tom de voz firme e amigável são alguns diferenciais que fazem com que percebamos aquela presença como agradável, além de proporcionar um bom exemplo para nossos filhos.

Não é fácil explicar essa característica, mas todos nós sabemos reconhecer imediatamente quais são as pessoas com as quais nos identificamos e acreditamos que possam participar do nosso dia a dia de forma a tornar essa convivência benéfica e gratificante para as duas partes.

Há muitas outras características e comportamentos da babá que são importantes para que o relacionamento seja bem sucedido, porém muitas delas demandam algum tempo para se manifestarem.

O importante é manter-se atento e comunicar abertamente nossas expectativas. Com gentileza e transparência, é possível que a adaptação da família, da criança e da babá ocorram de forma tranquila, propiciando um relacionamento duradouro e satisfatório para todos os envolvidos.

Gostou das nossas dicas sobre os comportamentos da babá? Então compartilhe este artigo nas redes sociais!

Download my app

 

No tags / by /0 comments/

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *