Certamente você já viu uma criança chorando e gritando quando contrariada. Pode ser alguém desconhecido na rua, uma pessoa do seu círculo familiar ou até mesmo seu próprio filho. Nessas horas, questionar a educação que o pequeno vem recebendo — e até mesmo se culpar! — é bastante comum. No entanto, não se trata de falta de cuidado com as boas maneiras, mas de uma fase conhecida como Terrible Two.

O termo, que quer dizer os Terríveis Dois Anos, em inglês, acaba transformando tarefas simples do seu dia a dia, como uma ida ao supermercado, em um verdadeiro pesadelo. Quer entender melhor essa fase e saber como lidar com ela? Então confira nosso post!

O que é o Terrible Two?

O Terrible Two é uma fase que pode começar aos dezoito meses de idade e se estender até os quatro anos. Toda criança passa por ela, embora algumas vivenciem o período com maior intensidade que outras.

Essa fase é conhecida também como primeira adolescência ou adolescência do bebê, quando a criança começa a se opor ao que os pais pedem e dizem. É nesse período, por exemplo, que você pede para a criança não tirar o sapato e ela teima em tirar, só para contrariar.

De repente, aquela criança que era tida como tranquila e obediente passa a se tornar birrenta, a berrar e a espernear toda vez que é contrariada. Muitas vezes, ela passa a bater em outras pessoas, se debater, jogar o que tem nas mãos e choramingar cada vez que pede algo.

Além disso, a criança passa a dizer “não” pra tudo que os pais pedem, se recusa a seguir qualquer orientação e aceitar as decisões dos mais velhos, parecendo ser sempre do contra. As atividades do dia a dia começam a ficar mais difíceis, mesmo as mais simples, como trocar de roupa, tomar banho e sair.

O que causa essa mudança de comportamento?

A causa do Terrible Two é o próprio desenvolvimento da criança. É um período em que ocorrem grandes mudanças para elas. Até começar essa fase, os pequenos seguem tranquilamente as decisões dos pais. No entanto, conforme a criança começa a se perceber como um indivíduo que possui seus próprios desejos e opiniões, passa a sentir a necessidade de fazer as próprias escolhas.

É isso que acaba gerando toda a resistência em fazer o que você pede. Na verdade, a criança ainda não tem consciência total do que está fazendo, mas já está tentando atender a esse desejo interior de tomar as próprias decisões, de ser independente.

Apesar disso, a criança nessa fase ainda não tem maturidade suficiente. Por isso, ela tem muita dificuldade em tomar estas decisões, o que a leva muitas vezes a discordar até dela mesma!

Mesmo sendo uma fase bem complicada de vivenciar, ela tem um lado positivo: quando a criança passa por esse período, demonstra que o seu desenvolvimento está ocorrendo normalmente e de forma saudável.

Como lidar com o Terrible Two?

O Terrible Two pode ser realmente esgotante. No entanto, por mais que a criança faça birra, o maior erro é fazer o que ela quer apenas para acalmá-la. O melhor a fazer durante um escândalo é se abaixar e falar com calma.

Diga sem gritar que você quer muito entender o que ela precisa e que, por isso, vai esperar que ela se acalme para poderem conversar. Depois de dado o recado, procure não dar atenção. Uma criança de dois anos já é capaz de entender quando pedimos que se acalme.

Se, na hora da birra, a criança bater em alguém, contenha-a imediatamente e explique com voz firme que entende que ela está brava, mas que essa atitude é inaceitável. Explique que, se isso se repetir, haverá consequências. E em público, como lidar com esse tipo de situação? Ignore os olhares de reprovação e a opinião de desconhecidos. Você conhece seu filho e sabe o que é melhor para ele.

Gostou de entender melhor como lidar com o Terrible Two? Então curta nossa página no Facebook e não perca mais nenhum conteúdo interessante!

Download my app