Quer contratar uma babá e não tem ideia de quanto pagar? A Click Babá fez um levantamento em São Paulo (capital) para ajudar você a ter uma referência na hora de contratar ou renegociar o salário. Veja a seguir:

Além de saber a média de valores praticados no mercado, procure saber qual foi o último salário da candidata.

Muitas vezes a gente precisa de uma rede de apoio para ajudar com a casa, os filhos… Mas, como saber ao certo quanto pagar para os prestadores de serviço ? Sempre procure saber qual foi o último salário, perguntando para o último empregador, que é a pessoa que vai dar referência sobre a candidata ou candidato. Veja também alguns cuidados na hora de contratar sua babá.

Em São Paulo (Capital)

Babá mensalista (44 horas semanais):

R$ 1.600,00 a R$ 2.500,00 – dependendo da idade das crianças e quantas são. Dormindo ou não, deve-se respeitar o limite de 44 horas semanais com, no máximo, pagamento de mais 2 horas extras diárias eventuais.

Babá folguista (fim de semana):

R$ 1.600,00 a R$ 2.400,00 – depende se a criança é bebê recém-nascido ou não. A babá folguista, geralmente, não tem vínculo empregatício, pois ela é autônoma. Então, não está sujeita a limitação e controle de jornada.

Babá que dorme no trabalho:

R$ 2.200,00 a R$ 3.500,00 – depende do tempo de experiência da babá, da idade das crianças e de quantas são, não inclui as horas extras. Nesse caso, o controle da jornada de trabalho da babá deve ser feito da mesma forma que a babá que não dorme na casa dos patrões. É preciso manter o mesmo padrão de cumprimento horário, a babá tem de assinar ponto para poder sair e formalizar o horário que o expediente termina na casa.

Enfermeira para recém-nascido:

R$ 4.500,00 a R$ 7.000,00 – depende dos últimos salários da candidata, sendo jornada de 12 horas por dia, 5 dias por semana. Geralmente trabalha-se por contrato com prazo determinado para acabar.

Babysitter:

De 2 horas até 12 horas. R$ 18 a R$ 35/hora de trabalho. Depende da quantidade das crianças, idade, necessidades especiais ou não.

Lembre-se que

É de extrema importância que o empregador controle as horas da babá, afinal, a PEC das domésticas tornou essa prática obrigatória. A marcação de ponto ajuda a tornar o trabalho legal, contando a quantidade de horas trabalhadas. A folha de ponto ajuda não só o empregado a saber quantas horas já trabalhou, mas também o patrão na hora de calcular horas extras ou descontar horas.

Por direito assegurado na PEC das domésticas, a babá deve receber repouso semanal remunerado. Ela também tem direito aos feriados civis e religiosos, sem prejuízo em sua remuneração.

A babá mensalista (que dorme ou não) tem direito a FGTS, INSS, férias de 30 dias com bônus de um terço do salário e décimo terceiro. O patrão deverá recolher, juntando todos os encargos, 20% do salário do empregado doméstico para fazer as contribuições no eSocial.

O eSocial é a ferramenta digital que os empregadores usam para comunicar ao governo as informações sobre os trabalhadores, como aviso prévio, folha de pagamento, comunicações de acidente de trabalho, contribuições previdenciárias e qualquer informação sobre o FGTS. Você também pode emitir os recibos através do site, e todos eles ficam salvos.

Boa sorte na sua contratação ou renovação. Quer publicar sua vaga gratuitamente até o dia 30 de março de 2019? Clique aqui.